Como multiplicar o seu dinheiro?

A consultora financeira Daniela Sciascia conta qual é o segredo e compartilha suas ideias e seu modelo orçamentário pessoal de sucesso.

Por GiGi Wolf

Dinheiro. Economias, parcelamento, investimento e gastos. São tantas palavras da área financeira que chegam a nos assustar. Como podemos planejar e usufruir de nosso dinheiro sem culpa? Aquele velho ditado “dinheiro não aceita desaforo” é verdadeiro. E ele pode percorre nossos ouvidos ao pensarmos em “gastar” em algo que gostamos ou queremos.

Pensando no contexto político, econômico e social que estamos passando, neste final de semestre em 2018, convidamos a consultora de finanças pessoais Daniela Sciascia para esclarecer algumas questões levantadas pelas mulheres do Círculo Feminino Tais Caldas e participar da LIVE no CF.

Com mais de 25 anos na área financeira em empresa multinacional de grande porte, Daniela foi responsável pela rotina contábil e no gerenciamento de risco, além de ocupar as posições de Controller de Negócios para a América Latina e Brasil. A consultora possui experiência em aconselhamento financeiro e gerenciamento de crises financeiras para organizações de pequeno a grande porte. Confira a entrevista e adquira o seu modelo orçamentário pessoal de sucesso enviando e-mail para taiscaldas@circulofeminino.com

CF: Quais são as qualidades e características de uma empreendedora?

Daniela Sciascia: A mulher empreendedora tem como principais aliados a capacidade de ser multitarefas, saber liderar e se comunicar com parceiros, de forma que consegue motivá-los na maioria das situações!

É importante levar em conta que, para ser uma empreendedora, seja de uma empresa constituída em sua própria residência até uma empresa de grande porte, é necessário ter um planejamento financeiro, saber o quanto será necessário investir e em quanto tempo terá o retorno do capital investido.

Na maioria das vezes, uma empresa para começar a dar lucro pode levar até 24 meses, e é neste período que devemos nos planejar para que tenhamos uma fonte de renda.

Um dos princípios básicos para a empreendedora é separar seu orçamento pessoal – suas finanças pessoais – das finanças da empresa. E uma dica para isto é estabelecer uma retirada mensal, conhecido também como “Pró-labore”, e pensar que é como se você estivesse recebendo um salário.

CF: Quais são os financiamentos que existem hoje para microempreendedoras? 

Daniela Sciascia: No Brasil, existem várias linhas de crédito e financiamento disponíveis, porém, muitos deles se restringem a empresas de grande porte. Para microempreendedores existem algumas possibilidades, porém um dos requisitos é sair da informalidade, ou seja, constituir uma empresa.

Constituir-se em “Micro Empreendedor Individual” (MEI) é uma boa alternativa ter obrigações fiscais e tributárias (impostos e leis) mais simples, se comparadas a uma empresa que não seja MEI.

Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal são alguns dos bancos que têm linhas de crédito para MEI. Mas para conseguir uma linha de crédito é necessário reunir toda a documentação referente a sua empresa, bem como documentos pessoais. Quanto mais claro estiverem os

dados financeiras, mais fácil será conseguir um crédito.

CF: Quanto deve-se guardar do salário para pensar em um investimento?

Daniela Sciascia: Depende muito do tipo e do tamanho do investimento que a futura empreendedora tem em mente. Um plano de negócios poderá ajudar bastante, pois é possível “colocar em um papel” tudo que será necessário para o investimento inicial, desde a escolha do lugar (reforma, compra de móveis, equipamentos, computadores etc), qual será o público alvo (principais clientes), fornecedores, parceiros até a projeção de gastos e entradas para os primeiros meses, se possível para os próximos 2 anos.

Assim, com o conhecimento dos valores será possível verificar o quanto deverá ser poupado do salário. Quanto maior o valor poupado, menor será o tempo para seu sonho se realizar!

CF: Como planejar a vida financeira? Quais são as dicas?

Daniela Sciascia: A vida financeira no âmbito das “finanças pessoais” está ligada totalmente às finanças comportamentais. Estas têm como principal objetivo identificar e compreender as ilusões cognitivas que fazem com que pessoas cometam erros sistemáticos de avaliação de

valores, probabilidades e riscos.

Dicas valiosas:

– Ter uma organização financeira;

– Autoconhecimento e autodisciplina sobre hábitos de consumo;

– Fazer com que o dinheiro trabalhe em seu favor e não viver em função dele;

– Conquistar independência financeira para empreender;

– Reserva de emergência (imprevistos acontecem!);

– Reserva para aposentadoria.

CF: Você pode fazer uma consultoria financeira – perspectiva para o segundo semestre de 2018 – para as mulheres do Círculo Feminino ?

Daniela Sciascia: Eu sugiro cautela nas compras (gerenciamento de estoques) e nos investimentos a serem realizados, até por conta das eleições presidenciais que não sabemos ao certo qual rumo e como se comportará a economia e os investimentos vindos do exterior no novo comando do próximo Presidente a partir do primeiro semestre de 2019.

Para consultorias seguem os contatos profissionais:

Daniela Sciascia

@danielasciasciafinance

Contato: 11 984567212

Compartilhe

Tais Caldas

Sou Tais Caldas, idealizadora e facilitadora do Programa Círculo Feminino. Desenvolver grupos de mulheres interessadas em autoconhecimento, resgate de autoestima e redescoberta do prazer na vida. Possuo Capacitação em Saúde e Educação Sexual pela ABRASEX – Associação Brasileira dos Profissionais de Saúde, Educação e Terapia Sexual. Além disso, crio arte em aquarela e sou uma amante da aromaterapia, sendo esses meus hobbys. Formada em Relações Internacionais pela PUC-SP e pós-graduada pela Unesp. Atualmente estou em minha segunda graduação, em Psicologia.

Deixe uma resposta